Blog

0

Nas últimas décadas as pesquisas de mercado com foco sensorial e o marketing procuram entender o consumo para além da segmentação de mercado e consumo de massa, focando em compreender as percepções e sentimentos dos consumidores, e de que forma os sentidos podem influenciá-los.

Recentemente, uma pesquisa no seguimento de calçados infantis realizada em Jales, cidade do interior de São Paulo, revelou dados interessantes sobre o processo de decisão de compra dos consumidores. Segundo a pesquisa, o sentido que possui maior influência no processo de compra de calçados para crianças é a visão, seguido pelo tato.

Além disso, o público responsável por esse tipo de compra é formado, majoritariamente, por mulheres que são as mães. Por isso, as marcas e lojas apostaram em estratégias voltadas a propagandas que evidenciam as imagens dos produtos e exposição em vitrines. Outro método adotado foi o estimulo ao toque, já que este sentido foi considerado o segundo mais importante na influência ao consumidor.

Ainda no seguimento de calçados, dessa vez voltada para o público feminino de faixa etária variada, uma famosa marca aposta em outro sentido para atrair as suas clientes: o olfato.

A marca em questão foi tema de outra pesquisa em que os resultados indicaram o efeito do aroma, tanto dos produtos quanto das lojas, como potencializador das intenções de compra.

Esses dados traduzem bem a importância de uma análise sensorial. Dois seguimentos bem próximos e que possuem públicos-alvos parecidos adotam estratégias diferentes para se relacionar com o cliente. Numa sociedade altamente conectada, o diferencial na escolha do consumidor pode estar ligado às sensações sentidas por ele.