Blog

A Sensenova participou em abril de 2017, em Windsor, Inglaterra, de sua primeira reunião como membro da ESN-NETWORK. Essa foi a 58ª reunião da ESN-NETWORK, maior e mais importante associação de empresas sensoriais e parceiros industriais da Europa, que existe desde 1989.

A Sensenova já havia participado, como convidada, da reunião anterior da ESN-NETWORK, em outubro de 2016, na cidade de Wageningen, na Holanda.

A Sensenova avança, assim, mais um passo nos seus relacionamentos internacionais. A inclusão como membro da ESN-NETWORK aconteceu após um processo com diversas etapas, incluindo uma visita de auditoria realizada pela Dra. Claire Sulmont-Rossé, atual presidente da associação, em março de 2017, na sede da Sensenova em Alphaville, Barueri, São Paulo.

Nesse primeiro ato efetivo como membro da ESN-NETWORK, a Sensenova esteve representada por seus diretores Claudiney Neto, Rogerio Fernandes e Alexandre Bergamo.

A ESN-NETWORK realiza duas reuniões por ano para as quais todos os membros e parceiros industriais são convidados a discutir, compartilhar conhecimentos e aplicações da ciência sensorial nas pesquisas de produtos com foco sensorial. Durante a reunião de abril, a Sensenova realizou uma apresentação que passou por um pouco da história do Brasil, sua formação cultural e diversidade, também foram abordados assuntos importantes como as situações politica, econômica e social do país, com seus desafios e oportunidades, assim como os obstáculos e conquistas de se desenvolver uma empresa com foco sensorial como a Sensenova.

Para Alexandre Bergamo, diretor geral da companhia, “a inclusão da Sensenova como membro da ESN-NETWORK é um marco na existência da empresa e nos aproxima ainda mais tecnicamente dos mercados mais avançados. O Brasil é muito carente de desenvolvimento da ciência sensorial, então a associação da Sensenova à ESN-NETWORK cria uma ponte que facilitará o acesso e troca de conhecimentos e experiências”, afirmou. “A associação nos ajudará a acelerar inovações e conhecimentos na área sensorial que já são colocadas em prática no exterior”, completou o diretor.

Por outro lado, Bergamo afirma que a Sensenova também tem conhecimento e experiências a oferecer à ESN-NETWORK, já que a empresa sempre buscou o aperfeiçoamento e eficácia para desenvolver um trabalho de ponta no Brasil. “Além das questões técnicas, a Sensenova pode contribuir com a experiência de uma empresa desbravadora num país que oferece oportunidades limitadas de geração de conhecimento na sua área de atuação”, declarou. Ele ainda enfatizou que os benefícios em ser membro da ESN-NETWORK são muitos e, dentre eles, ser a referência dentro do mercado sensorial nacional para o grupo de associados e um potencial passo para futuras parcerias de negócios.

Clientes poderão se beneficiar do fortalecimento do conhecimento sensorial e da rede de relacionamentos profissional da Sensenova, através da aplicação de soluções e métodos inovadores na compreensão e desenvolvimento de seus produtos e serviços.

Sobre a European Sensory Network, ESN-NETWORK – “The leading platform for collaboration on consumer & sensory science”

Fundada em 1989, a European Sensory Network surgiu para suprir uma demanda na área de ciência da análise sensorial que se desenvolvia rapidamente naquela época na Europa. Atualmente a associação conta com 29 membros, 18 parceiros industriais em 17 países europeus, e 04 membros fora da Europa, números anteriores à reunião de Abril de 2017.

A associação serve como uma plataforma de networking internacional para o desenvolvimento das ciências sensoriais em que oferece consultorias sobre métodos sensoriais, pesquisas de mercado, estudos sensoriais e de consumo, tratamento e interpretação de dados. Além disso, a ESN-NETWORK realiza com frequência seminários e conferências internacionais onde compartilha, por exemplo, diretrizes metodológicas atualizadas.

Mais informações sobre a European Sensory Network em: http://www.esn-network.com/about-us/