Tag: marketing

Desprezado por boa parte dos empreendimentos, a audição consegue fazer toda a diferença na experiência de compra dos consumidores.

Ouvir uma boa música ao entrar em uma loja, pode despertar o desejo de compra do cliente, principalmente quando aliada a outras estratégias voltadas para a exploração dos sentidos.

Muitas vezes, marcas e lojas cometem erros pontuais na forma de lidar com a audição. Questões como, volume dos sons e escolha de um estilo musical, por exemplo, são erros constantes e fáceis de serem cometidos. Da mesma forma em que os sons podem criar um ambiente agradável, eles também podem criar situações negativas. É importante estudar a fundo o público alvo para garantir a conexão adequada ao cliente. (mais…)

Reformular um produto é um processo que em algum momento todas as marcas vão passar. Durante a história é possível listar diversos produtos que traziam características bem particulares, mas que, por variados motivos, sofreram alterações. Entretanto, esse é um ação complexa e que a análise sensorial poderá auxiliar nas decisões tomadas pelas marcas.

As razões para uma reformulação podem ser muitas. Existem questões legais que mudam de acordo com a legislação e que acarretam mudanças tanto na produção quanto na venda. Há também alterações nas fórmulas, melhorias, questões de mercado etc. (mais…)

Redes de fast-food utilizam muito a análise sensorial para trabalhar seus produtos

A alimentação ocupa uma parte essencial na vida dos seres humanos. Além de serem fonte de nutrição e ter uma função fisiológica indispensável, exercem também um papel social, cultural e econômica na vida das pessoas. Por isso, a análise sensorial na indústria alimentícia é muito importante e, ao mesmo tempo, muito complexa.

A escolha dos alimentos pelos consumidores é influenciada pelas percepções sensoriais, por condições econômicas, cultura e crenças. Além disso, a cada dia mais pessoas se importam com a questão da saúde, buscando alimentos considerados saudáveis. (mais…)

Quando a aplicação da análise sensorial é necessáriaMarcas de todos os seguimentos buscam cada dia mais um vínculo que vá além do próprio consumo. Lançar um novo produto nesse contexto pode ser uma tarefa um tanto quanto árdua. Por isso, muitas marcas utilizam a pesquisa sensorial como ferramenta para maximizar a aceitação e o custo benefício de um novo produto.

A pesquisa com foco sensorial exerce uma função muito importante no desenvolvimento e no controle de qualidade de um produto, desde o processo de fabricação até o processo de venda da mercadoria. (mais…)

Trabalhe com foco no consumidorExistem diversos estudos que mostram como a experiência de consumo expressa uma ligação daqueles que consomem com a sociedade em que vivem. O processo de compra vem carregado de valor e é importante para o indivíduo participar dele.  Portanto, para entender essa mudança de paradigma e aperfeiçoar a relação das marcas com os seus clientes o marketing sensorial e a pesquisa sensorial são importantes ferramentas.

Diferentemente do marketing tradicional, o marketing sensorial foca nas experiências do consumidor. Através da vivencia de situações, o brandsense (como também é chamado) busca ligar a marca ao estilo de vida do consumidor, fazendo com que o processo de compra acompanhe o seu contexto social de uma forma mais ampla. Dessa forma, a ideia principal é gerar valores sensoriais, emocionais, cognitivos, comportamentais e de identificação que ocupam os valores simplesmente funcionais que eram muito comuns no passado. (mais…)

O marketing sensorial pode ser o diferencial frente aos concorrentes

O marketing sensorial pode ser o diferencial frente aos concorrentes

 

A estratégia de marketing sensorial já é bastante disseminada ao redor do mundo. A preocupação das grandes marcas em entender o seu público e criar experiências que fidelizam os clientes faz parte de uma prática que se torna cada vez mais comum. Entretanto, engana-se quem acha que explorar os sentidos humanos para atrair consumidores é só para as grandes corporações. O marketing sensorial é uma realidade também das micro e pequenas empresas.

Algumas empresas tendem a desacreditar na capacidade do marketing em alavancar um negócio. Seja pela necessidade de investimento, pesquisa ou até de um profissional especializado, muitos empreendimentos o deixam de lado. Muitos ainda enxergam o marketing como meramente propaganda e não um processo que abrange desde o conceito da marca até as questões organizacionais. (mais…)

Criado na Inglaterra, o Marketing Sensorial, ou Brandsense, é uma vertente do marketing que atua na exploração de uma marca, produto ou serviço através dos cinco sentidos (visão, paladar, olfato, audição e tato). Seu objetivo principal é ligar emocionalmente o consumidor à empresa.

marketing-sensorial-despertando-os-cinco-sentidos-do-cliente

A visão é o sentido mais explorado pelas grandes marcas

O ser humano tem uma grande capacidade de construir relações afetivas com as coisas pelas quais se envolve. Vendo essa possibilidade, o Marketing Sensorial passou a construir conexões entre as empresas e seus clientes a partir de experiências sensoriais.

De forma subjetiva, as marcas influenciam nas escolhas e preferências dos compradores e permanecendo em suas memórias.

 (mais…)

music-branding-o-desenvolvimento-da-marca-atraves-da-musica

Estabelecimentos apostam em música para se conectar aos clientes

Por muito tempo a identidade visual de uma marca era prioridade para o marketing e a propaganda. Poucas marcas procuravam explorar os sentidos humanos para se relacionar com o cliente. Audição, tato, olfato e paladar eram deixados de lado quando o assunto era estabelecer vínculos com os consumidores.

Foi com o surgimento do marketing sensorial que as marcas passaram a entender e a utilizar experiências multissensoriais para se conectarem emocionalmente aos clientes. Uma das vertentes surgidas foi o Music Branding, que consiste em associar uma identidade sonora à marca, através da criação de rádio própria, seleção de músicas específicas ou jingles.
 (mais…)