Tag: modelo quantitativo

A escala hedônica estruturada é um método que analisa a preferência dos consumidores por determinados produtos por meio de uma avaliação que contém uma escala de respostas previamente estabelecida.

Constantemente usado em testes afetivos, de preferência e aceitação, este método permite julgar a qualidade do produto de acordo com as percepções do consumidor e suas afirmações.

Neste modelo de teste, os provadores são questionados sobre a sua preferência em determinadas amostras de produtos, seguindo uma escala de respostas já estabelecida com base em atributos gosta e desgosta. Dessa forma, as respostas são associadas a valores numéricos para serem analisadas estatisticamente. (mais…)

Na avaliação da aceitabilidade de um produto, a análise sensorial possui vários métodos hedônicos à sua disposição.

Um deles, de caráter quantitativo, é feito em ambiente não controlado, o chamado HUT (Home Use Test), também conhecido como Teste Com Uso Domiciliar.

Contrário ao CLT (Central LocationTests), que é feito em ambientes controlados e com a participação dos avaliadores durante um período de tempo de forma programada,o HUT é um teste domiciliar, feito na casa do consumidor como se fosse um consumo autêntico do dia a dia. (mais…)

Em latim, Ad hoc significa “para esta finalidade”, e é utilizado em diversos meios, como no Direito, na Filosofia ou mesmo em Informática.

O termo também é empregado em pesquisa de mercado e, quando pensamos em pesquisa de mercado com análise sensorial, a pesquisa Ad hoc é fundamental na estratégia da empresa.

O raciocínio é simples, os produtos podem parecer iguais, mas nunca são. Todos possuem seu diferencial: cor, cheiro, densidade… E, assim como os produtos são diferentes, as necessidades de informações das empresas sobre seus produtos também são. (mais…)

Um bom planejamento parte da realização de uma pesquisa de mercado

Um bom planejamento parte da realização de uma pesquisa de mercado

Seja na abertura ou na manutenção de um empreendimento, a pesquisa mercadológica é uma importante ferramenta e fundamental para o planejamento de uma organização. Sua função é identificar aspectos que precisam de maior cuidado por parte dos gestores, questões do comércio e também novas possibilidades para o negócio.

A exemplo daqueles que vão iniciar um novo projeto, um bom estudo vai mostrar, entre outros pontos, o perfil dos clientes,  as demandas de produtos ou serviços e quais podem ser mais lucrativos. As possíveis dificuldades do setor e a concorrência. Já os negócios em andamento podem usar os resultados para expor o sucesso, ou não, da programação atual,  as oportunidades de mudanças etc.

Existem diversas análises de mercado, cada uma com um foco específico e que podem ser complementares entre si. Algumas das principais são: (mais…)